MAPEAMENTO DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA QUE ATUAM EM CONTEXTOS DE DIVERSIDADE NA REGIÃO DO SERIDÓ-RN

Autores

  • Kátia Regina Lopes Costa Freire Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Daniele Pereira Brandão Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Diversidade, Formação de professores, Inclusão

Resumo

O presente artigo apresenta a análise de aspectos referentes a formação de professores e coordenadores da rede básica de ensino da região do Seridó, abordando 25 municípios e suas respectivas escolas. Trata-se de pesquisa qualitativa de caráter exploratório e descritivo, que utilizou da aplicação de questionários com o corpo docente dessas instituições, abordando questões acerca de sua formação como profissional e suas dificuldades perante o ensino em contextos de diversidade e inclusão. Utilizou como principais referenciais teóricos Lobo (2008), Nunes (2001) e Rodrigues e Rodrigues (2011). Tem como um de seus objetivos identificar as necessidades de formação e de qualificação dos professores da educação básica que atuam em contextos de diversidade e a intenção de criar um Programa de pós-graduação Stricto senso na área da Educação e diversidade, no Centro de Ensino Superior (CERES/UFRN) campus Caicó - RN. Enfatizando então, a necessidade de cursos específicos na área da educação que abordem a perspectiva inclusiva e a atuação em contextos de diversidade, e o quanto essa formação beneficia não só os profissionais da educação, como todos os demais indivíduos inseridos nessa perspectiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Lei n° 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm> Acesso em 30 ago 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996. Brasília: MEC, 1996.

BRASIL. Resolução nº 2, de 1º de julho de 2015. Conselho Nacional De Educação. Capítulo I: das disposições gerais. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2 de jul. de 2015b.

COSTA, Kátia Regina Lopes. Os caminhos da inclusão: de onde viemos e para onde vamos? In: IV Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade, Universidade Federal de Sergipe, 2010.

GEPHART, RP (2004). Pesquisa Qualitativa e Academy of Management Journal. Revista Academy of Management, v. 47, n. 4, p. 454-462.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1987.

LOBO, Liliam Ferreira. Os infames da história: pobres, escravos e deficientes no Brasil. Rio de Janeiro: FAPERJ, 2009.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MINAYO, M. C.S. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec,1993.

NUNES, C.M.F. Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. Educação e Sociedade, Campinas, Ano 22, n.74, p.27-42, abr. 2001.

RODRIGUES, D.; RODRIGUES, L.L. Formação de professores e inclusão: como se reformam os reformadores? Educar em Revista, Curitiba, Brasil n. 41, p. 41-60, jul./set. 2011.

PLETSCH, M.D. A formação de professores para a educação inclusiva: legislação, diretrizes políticas e resultados de pesquisas. Educar em Revista, Curitiba, Brasil n. 33, p. 143-156, 2009.

TAVARES, L. M. F. L.; SANTOS, L. M. M. dos; FREITAS, M. N. C. A Educação Inclusiva: um estudo sobre a formação docente. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, SP, v. 22, n. 4, p. 527-542, out. /dez. 2016.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-12-23

Como Citar

Freire, K. R. L. C., & Brandão, D. P. (2021). MAPEAMENTO DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA QUE ATUAM EM CONTEXTOS DE DIVERSIDADE NA REGIÃO DO SERIDÓ-RN. Open Minds International Journal, 2(3), 33–47. Recuperado de https://openmindsjournal.com/openminds/article/view/147